JPMotos
Ferroviário, Ceará e Fortaleza pedem retorno de jogos no futebol cearense
6 de julho de 2020 às 13:50
23
Visualizações

Representantes do futebol cearense nas Séries A e C do Campeonato Brasileiro, Ceará, Fortaleza e Ferroviário se uniram para solicitar o retorno dos jogos de futebol no Estado. Na noite deste domingo (5), os três clubes divulgaram uma carta aberta solicitando a volta da prática esportiva a partir desta segunda-feira (6).

No documento, que foi postado nas redes sociais oficiais dos três clubes, eles afirmam que “o futebol profissional é uma atividade de alto impacto econômico e baixo risco, que vem cumprindo rigorosamente todos os protocolos sanitários impostos e estudados, aplicando testes periodicamente em todos os profissionais envolvidos. Inclusive, deveria servir de modelo para os demais setores”.

Em outro trecho, os clubes argumentam que a Federação Cearense de Futebol já se manifestou favorável ao retorno imediato do Campeonato Cearense.

Como o Diário do Nordeste noticiou, o Governo do Estado avalia a liberação de jogos do futebol cearense para a próxima semana.

VEJA A NOTA DE FERROVIÁRIO, CEARÁ E FORTALEZA NA ÍNTEGRA

Unidos, em prol de um futebol cearense forte, entendemos que o retorno da prática esportiva no nosso Estado deve já acontecer a partir do dia 06/07/2020. Seguem os argumentos do nosso pedido.

1. Será uma grande oportunidade para o Estado do Ceará sediar o restante da Copa do Nordeste, recebendo as delegações dos clubes que estão na disputa, movimentando o setor hoteleiro e gastronômico e, principalmente, aplicando uma injeção de ânimo nesses setores que foram bastante castigados com essa crise;

2. O futebol profissional é uma atividade de ALTO IMPACTO ECONÔMICO e BAIXO RISCO, que vem cumprindo rigorosamente todos os protocolos sanitários impostos e estudados, aplicando testes periodicamente em todos os profissionais envolvidos. Inclusive deveria servir de modelo para os demais setores;

3. Foi decidido pela CBF que o Campeonato Brasileiro das Séries A e C, disputas que contam com a participação dos três principais times do nosso Estado, tem previsão de início em 08/08, com jogos até fev/21, ou seja, não haverá datas para outras disputas e o clube em que o Estado não tenha liberação terá que mandar seus jogos em outro Estado, elevando gastos e maior desgaste aos atletas;

4. A realização de uma partida de futebol sem a presença de público envolve cerca de 200 profissionais em um ambiente com capacidade para mais de 60 mil pessoas. São profissionais treinados para cumprir todos os protocolos de segurança e espaço físico para a manutenção do distanciamento social, o que mantém o risco de contaminação e disseminação muito abaixo de outras atividades que já foram liberadas. Importante destacar que todo os jogos seriam realizados na capital.

5. A Federação Cearense de Futebol já se manifestou favorável ao retorno imediato do campeonato cearense.

6. Futebol é uma excelente oportunidade de levar entretenimento para dentro das casas da população, que tanto sofre e se abala com o isolamento social. O futebol é uma instituição do nosso país e deveria ser tratado com mais atenção pelos nossos governantes!

Além desses, há diversos outros motivos favoráveis à liberação do futebol profissional, sem a presença de público. Nossa lamentação é a forma como o assunto vem sendo tratado, com uma proibição sem qualquer justificativa concreta em um momento em que os níveis de contaminação estão em queda relevante, inclusive com ordem de fechamento de hospitais de campanha! Não foi dada, sequer, a oportunidade de uma conversa para expor nossos motivos e anseios e isso nos faz nutrir um sentimento de impotência e indignação!

Fonte: Diário do Nordeste

ComentáriosComentários