JPMotos
Fortaleza e Ceará decidem hoje no Castelão o Campeonato Cearense
21 de outubro de 2020 às 10:41
18
Visualizações

Clássico-Rei é um duelo centenário, com incontáveis jogos inesquecíveis, com vitórias e derrotas marcantes e festas incríveis na arquibancada de duas torcidas gigantes. Ao longo dos mais de cem anos de história, os dois clubes alternaram momentos de baixa, de alta, mas o Clássico sempre foi relevante, como um dos maiores do Nordeste.

Mas nos últimos anos, com o crescimento estrutural e técnico de Ceará e Fortaleza, conquistando títulos regionais, ascendendo à Série A do Brasileirão e se mantendo juntos para a edição atual, o Clássico-Rei se agigantou. Hoje é o maior clássico do Nordeste, pelo equilíbrio nivelado por “cima”.

Se levarmos em conta que hoje é o único clássico do Nordeste entre dois times de Série A do Brasileiro, a afirmação fica ainda mais evidente. Por isso, o duelo entre alvinegros e tricolores é cada vez mais nacional, chamando atenção além fronteiras, pelo momento dos clubes.

E hoje será escrita mais uma história deste clássico apaixonante, pois será definido o campeão cearense de 2020. Hoje, às 21h30 no Castelão, Fortaleza e Ceará medem forças em busca da consagração, de mais um título para suas ricas galerias. O Vovô luta por sua 46ª taça, enquanto o Leão quer sua 43ª. A partida será transmitida pela TV Verdes Mares, TV Diário e Rádio Verdes Mares.

Panorama

O meia Vinícius é o artilheiro do Vovô na temporada e marcou um belo gol no empate contra o Flu, sendo a referencia do time
Legenda: O meia Vinícius é o artilheiro do Vovô na temporada e marcou um belo gol no empate contra o Flu, sendo a referencia do time
Foto: Camila Lima

No último jogo, no dia 21, o Tricolor de Aço venceu por 2 a 1, chegando para o confronto de hoje com a vantagem de perder até por um gol de diferença, por ter feito melhor campanha ao longo do Estadual. Assim, para o Vovô, só uma vitória por dois gols de diferença o fará campeão.

Se o Alvinegro chegar ao resultado por dois gols de diferença e conquistar o título, será a maior vitória entre eles na temporada. Até então, em 5 jogos, nem Vovô nem Leão venceram por mais de um gol de diferença. O Ceará venceu duas vezes por 1 a 0, uma pela semifinal da Copa do Nordeste e outra pela Série A do Brasileiro, já o Leão venceu duas vezes por 2 a 1, ambas pelo Campeonato Cearense. Ainda aconteceu um empate em 1 a 1 pela 1ª Fase da Copa do Nordeste.

Se levarmos em conta os confrontos entre clubes da Série A do Brasileiro, como são Ceará e Fortaleza, o Vovô venceu 4 jogos por dois gols de diferença. O Alvinegro bateu o Bahia por 3 a 1, pela Copa do Nordeste e 2 a 0 pela Série A, venceu o Atlético/GO por 2 a 0 em Goiânia e Flamengo pelo mesmo placar no Castelão, ambos pela Série A.

Já o Tricolor de Aço perdeu apenas uma vez por dois gols de diferença contra um time na Série A. Foi na estreia na elite, contra o Athletico/PR, quando perdeu por 2 a 0 no Castelão.

Números à parte, os alvinegros confiam em uma reversão do placar. O atacante Rafael Sóbis foi incisivo quanto às possibilidades alvinegras hoje. “Não é algo absurdo. O resultado é palpável de se conseguir. Temos time para isso e sempre marcamos muitos gols. É nos concentrar. Tudo requer uma tática, uma forma de jogo. Temos que entrar normal, concentrados. Será o último jogo. Que bom que temos mais uma chance. Então vamos tentar aproveitar o jogo da melhor forma possível e buscarmos o título para o Ceará”, disse Sóbis.

Quanto à formação alvinegra que estará em campo hoje, o técnico Guto Ferreira deve contar com força máxima. O zagueiro Luiz Otávio, que cumpriu suspensão diante do Flu, e Samuel Xavier, que vinha sendo desfalque por dores na coxa, devem retomar ao time titular.

No Leão

O atacante David, que desencantou com a camisa leonina e com dois gols diante do Palmeiras, é uma das armas de Ceni para o ataque
Legenda: O atacante David, que desencantou com a camisa leonina e com dois gols diante do Palmeiras, é uma das armas de Ceni para o ataque
Foto: Natinho Rodrigues

No Tricolor de Aço, o principal trunfo da equipe é a grande fase, a melhor na temporada. São 10 jogos de invencibilidade: são 5 vitórias e 5 empates. Se não bastasse, o Tricolor de Aço tem um número mais do que relevante para o confronto: tem a melhor defesa da Série A com apenas 11 gols sofridos em 17 jogos, não sendo vazado em sete.

O zagueiro Roger Carvalho espera um Leão fazendo sua partida, sem pensar na vantagem que terão. “É um jogo complicado. Óbvio que eles precisam do gol e serão mais agressivos. Mas não vamos deixar de jogar da nossa maneira”. Sobre o bom momento da defesa do Fortaleza, Roger declarou: “todo o sistema e a maneira de treinamento que o Rogério propõe é que precisamos ajudar na marcação. Precisamos ter a mesma atitude para continuar acontecendo”, disse ele.

Quanto ao time que Ceni colocará em campo, cinco jogadores titulares que começaram o duelo com o Palmeiras na reserva devem retornar: Wellington Paulista, Romarinho, Juninho, Carlinhos e Gabriel Dias, além de Felipe Alves, que cumpriu suspensão.

 

Diário do Nordeste

ComentáriosComentários