JPMotos
Acusado de crimes em Juazeiro e Lavras foi morto a tiros esta noite
20 de maio de 2020 às 08:30
214
Visualizações

Um homicídio à bala foi registrado por volta das 22h30min desta terça-feira no município de Lavras da Mangabeira. O ex-presidiário José Samuel de Sousa, de 34 anos, que residia na Rua Vicente Favela (Bairro Cruzeiro) naquele município, foi morto a tiros no Parque do Povo no centro da cidade. O mesmo terminou atingido na mão e no braço esquerdo e outro disparo na cabeça, causando sua morte no local. Uma patrulha da PM, mas não obteve informações sobre a autoria do crime.

Samuel era suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas. Em março de 2005 foi vítima de lesão corporal praticada por Wilton e o seu irmão Wellington de Sousa Sá, revidando naquele mesmo mês ao praticar lesão corporal contra Wilton e Rômulo Wayne. Ainda em Lavras, em janeiro de 2019 praticou crime de violência doméstica contra Josefa Suzana de Sousa Barbosa e, em setembro de 2016, assaltou Maria Elita da Costa em Juazeiro do Norte.

Este foi o segundo homicídio do mês de maio em Lavras da Mangabeira e o quarto de 2020 no município ou o dobro em relação aos dois assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O outro deste mês tinha ocorrido no dia 1º de maio quando a aposentada Luzia Antonia Bezerra, de 79 anos, a “Meiota”, foi morta por asfixia num crime de latrocínio na casa dela no Distrito de Quitaius praticado pela travesti e usuária de drogas Cícero Emanuel Batista Alves, de 24 anos, a “Manu”, que terminou presa.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários