JPMotos
Comerciante de Assaré morreu ao ser baleado na cabeça e não em acidente com moto
10 de fevereiro de 2020 às 17:35
75
Visualizações

Uma morte violenta na região do Cariri posta, inicialmente, na perspectiva de uma queda de moto tomou outro rumo. O exame cadavérico do comerciante Ary Sampaio Rolim, de 51 anos, apontou a existência de dois projéteis no crânio com perfurações a partir da nuca. O laudo já tinha sido remetido pela Perícia Forense de Juazeiro à Delegacia Municipal de Polícia Civil de Assaré e ali foi instaurado um Inquérito Policial que investiga a autoria do crime.

Por volta das 22h30min do último dia 17 de janeiro o corpo de Ary foi encontrado ao lado de sua moto Honda CG 160 Titan de cor azul e sem placa na CE-176 mais precisamente no Sítio Pilar a uma distância de 5 Kms para o centro de Assaré. Ele era dono de um bar e depósito de bebidas na Rua São Francisco no centro da cidade. A polícia esteve no local e acionou a Perícia Forense após profissionais de saúde do SAMU constatarem o óbito.

No Site do Tribunal de Justiça, Ary é citado em procedimentos como uma ação de usucapião, furto de água da Cagece e pose ilegal de arma de fogo. Este último caso, no dia 21 de dezembro, a polícia de Assaré foi acionada por conta de um conflito entre Ary e sua companheira Analu de Lima Pinheiro. Ela não quis representar contra o mesmo e apenas denunciou que o esposo possuía uma arma quando os PMs recolheram um revólver calibre 38 e o levaram à Delegacia de Polícia Civil de Crato.

Desta forma, foi o primeiro homicídio deste ano em Assaré. O último naquele município tinha acontecido no dia 13 de dezembro, no Distrito de Aratama, onde Cícero Félix da Silva, de 34 anos, o “Camarão” que ali residia, foi morto a tiros. Ele estava perto de sua casa na Rua Antônio Dias quando um homem se aproximou numa moto e foi atirando. A vítima era suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, respondia procedimentos por lesão corporal e tombou sem vida dentro de um mercantil.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários