JPMotos
Falsos policiais civis invadem um restaurante e matam jovem
3 de agosto de 2020 às 12:17
28
Visualizações
Momento em que os criminosos apontam as armas para o rapaz
Os atiradores estavam todos com camisas com nome Polícia Civil e balaclavas
Gutemberg recebe vários tiros e cai morto ao lado da mesa onde jantava
A vítima respondia por crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma

VEJA AS IMAGENS DO CRIME NO RESTAURANTE :

Um jovem de 20 anos, morador da Praia de Iracema, foi morto, a tiros, na noite deste domingo (2), quando jantava na companhia de duas mulheres e de outro rapaz em um restaurante especializado em pratos regionais, localizado na Avenida 13 de Maio, no Bairro de Fátima. O crime foi filmado pelas câmeras do restaurante e mostram que os assassinos estavam vestidos com roupas e capuzes pretos com a inscrição da Polícia Civil.

O crime ocorreu por volta das 22 horas deste domingo e as imagens mostram que, ao menos, três homens invadiram o restaurante. Os três estavam vestidos da mesma forma. Eles teriam desembarcado de um carro e, já com pistolas na mão, seguiram direto para a mesa onde os dois rapazes e as duas mulheres estavam jantando.

O rapaz baleado, identificado como  Gutemberg de Sousa Ferreira, foi atingido com vários tiros disparados à queima-roupa e teve morte imediata. O assassinato ocorreu a algumas quadras da sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).  Policiais daquela unidade da Polícia Judiciária estiveram o local e recolheram  imagens do crime, o que pode ajudar na investigação para a descoberta da identidade dos criminosos.

Acerto?

A Polícia não divulgou se a vítima possuía antecedentes criminais.   Gutemberg morava na Rua Arariús, na Praia de Iracema, e era sobrinho de uma famosa traficante de drogas daquele bairro já falecida. A Polícia suspeita que o crime ocorrido neste domingo seja um “acerto de contas” do tráfico.

O corpo do jovem assassinado foi encaminhado à Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Com Informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários