JPMotos
Jovem é salva pela Guarda Municipal quando ia ser executada por uma facção
6 de janeiro de 2021 às 07:00
165
Visualizações
Luana Ketlyn era levada no porta-malas do carro, mas conseguiu colocar uma das mãos para fora
Os sequestradores: Francisco de Assis, Francisco Antônio e Emily Savir. Todos estão presos
Arma de fogo apreendida com a quadrilha capturada

A ação rápida de uma patrulha da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) impediu que um grupo de quatro jovens praticasse mais um assassinato na guerra entre facções na Capital. Uma jovem de 19 anos, que estava sendo levada para o local da execução, foi resgatada do porta-malas de um carro em movimento, no bairro Pan-Americano. Tomada como refém, ela conseguiu colocar uma das mãos para fora do automóvel e um casal, em outro carro, percebeu o gesto, fotografou a cena e comunicou à Guarda.

Tudo isso aconteceu na tarde desta terça-feira (5)  após a jovem Luana Ketlyn  da Silva Gonçalves, 19 anos, ter sido raptada em pleno Centro da cidade. Ela caminhava pela Rua Floriano Peixoto quando foi abordada e colocada dentro de veículo modelo Corsa, cor preta, de placas HYE-8279 (CE).  Em seguida, levada até a Rua Padre Mororó. Nas proximidades do Cemitério São João Batista, sofreu espancamentos e torturas, sendo tirada do interior do carro e colocada no porta-malas.

O grupo seguiu com a refém em direção ao bairro Bela Vista, onde, provavelmente, Ketlyn seria morta dentro de uma favela. No entanto, no trajeto, ela forçou a tampa do porta-malas e conseguiu colocara mão esquerda para fora. O gesto foi presenciado pelo casal, que fotografou a estranha cena e comunicou o caso aos guardas da Torre de Vigilância Comunitária do Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU), do bairro Pan-Americano.

Imediatamente, a patrulha que fazia rondas no perímetro da Torre saiu em diligências e abordou o carro suspeito na Rua Cláudio Manuel, onde foram detidos os quatro suspeitos, dois rapazes e uma garota adultos, e um adolescente. A refém foi resgatada e apresentava marcas das torturas. Com o grupo foi apreendido um revólver de calibre 38 municiado.

Vingança

De acordo com o que foi apurado pela Guarda, a garota seria morta por ter sido vista na companhia de Rickson Emanuel de Melo Queiroz, que, na noite de segunda-feira (4), teria  assassinado um jovem no bairro Rodolfo Teófilo. A vítima deste assassinato era prima do adolescente apreendido ontem com seus comparsas. Rickson também foi capturado.

Os acusados do rapto, torturas e tentativa de homicídio contra Ketlyn foram encaminhados  à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Os adultos foram identificados como Francisco Antônio Barros de Araújo, 24 anos, natural de Canindé; Francisco de Assis Barbosa da Silva, 32 anos; e Emily Maria Savir da Silva, 20.

O grupo foi autuado em flagrante pela delegada plantonista na DCA, Iolanda Fonseca de Paula Duarte.

Com Informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários