JPMotos
Jovem morto a tiros em Juazeiro era contumaz nos assaltos a mão armada no Cariri
6 de julho de 2020 às 11:35
38
Visualizações

O jovem que foi morto a tiros no final da manhã deste domingo em Juazeiro do Norte acumulava uma série de passagens pela polícia. Everson Santos Jacinto, de 21 anos, era apelidado por “Guga” e residia na Rua Pesquisador Raimundo Gomes de Figueiredo (Campo Alegre), onde foi executado por dois homens que fugiram numa motocicleta Honda XRE de cor preta.

Uma das primeiras prisões dele foi no dia 1º de março de 2017 juntamente com o seu irmão Cícero Samuel Silva Santos Jacinto, na época com 19 anos. Eles residiam no bairro Tiradentes e trafegavam numa moto Honda POP 110 de cor vermelha com placa adulterada pela Rua Leão XIII (Salesianos) quando foram abordados pela Equipe RAIO 07 com um revólver calibre 22 tendo cinco cartuchos intactos.

Seis meses depois “Guga” passou a responder Ação Penal por assalto a mão armada em Missão Velha tendo seis pessoas como vítimas e um procedimento que indiciou outros três comparsas dele. Já em outubro de 2018 praticou novo assalto em Aurora com mais três comparsas vitimando um grupo de pessoas

Em janeiro de 2018 foi indiciado em Inquérito Policial por assalto a mão armada em Juazeiro contra uma garota quando agiu na companhia de Rener Gonçalves Coelho. No último mês de setembro foi preso com uma moto roubada quando passou a responder por receptação ao dizer que tinha comprado sem ter conhecimento que era roubada. No dia 1º de julho deste ano voltou a ser preso por crime de receptação.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários