JPMotos
Motorista de aplicativo é fuzilado em lanchonete no Conjunto Ceará
23 de setembro de 2020 às 16:10
35
Visualizações
Vítima foi executada com vários tiros na cabeça por desconhecidos encapuzados
Ozimar tinha acabado de entrar na lanchonete quando foi surpreendida pelos atiradores

Subiu para 14 o número de motoristas de aplicativos mortos no Ceará neste ano. O caso mais recente ocorreu na tarde desta terça-feira (22) na zona Sul de Fortaleza. Um motorista foi morto com vários tiros, em um crime com características de execução sumária, quando tinha acabado de entrar em uma lanchonete na Avenida Central no bairro Conjunto José Walter.

De acordo com testemunhas oculares do crime, o assassinato foi praticado por, ao menos, quatro pessoas que estavam encapuzadas e que invadiram o ponto comercial logo após o motorista parar seu veículo ali para lanchar. Próximo dali estava uma cambista que seria a namorada da vítima. Ela, porém, não foi atingida pelos tiros.

O motorista, identificado como Ozimar Almeida de Araújo, recebeu vários tiros na cabeça e no tórax, tendo morte imediata. A Polícia logo descartou a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) e acredita num crime de “acerto de contas” ou outro motivo ainda a ser esclarecido.

Os ataques a motoristas de aplicativos se tornaram comuns e quase diários na Grande Fortaleza. Ainda ontem (22), um casal de passageiros de outro carro de corridas contratadas via aplicativo, foi morto, a tiros, em Maracanaú.

Balanço

Dos 14 assassinatos de motoristas de aplicativos neste ano no Ceará, oito ocorreram em Fortaleza (nos bairros Serrinha/2 casos, Aldeota, Moura Brasil, José Walter, Dom Lustosa, Henrique Jorge e Conjunto Ceará); outros cinco na Região Metropolitana (três casos em Caucaia, além de Maranguape e Itaitinga), e apenas um caso no Interior (em Sobral).

Em agosto, a morte brutal do motorista Alexandre Hadlic Fernandes, 32 anos, paranaense, na Grande Fortaleza, levou a categoria a realizar uma manifestação por segurança e justiça nas ruas de Fortaleza. Hadlic desapareceu ao fazer uma corrida em Fortaleza e dois dias depois o corpo dele foi encontrado em um matagal às margens da BR-116, no limite dos Municípios Itaitinga e Aquiraz, na localidade conhecida como Riachão.

Investigações da Polícia Civil do Cearpá, através do seu Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), revelou que o crime foi praticado por uma quadrilha que roubava os veículos de aplicativos para “desmanche” e, posterior, venda das peças. Seis pessoas foram presas e já estão denunciadas à Justiça pelo Ministério Público com base na investigação do DHPP.

Veja a lista dos motoristas de aplicativos mmortos no Ceará em 2020:

1 (19/01) – Maivison Victor Furtado Bentemuller, 35  (faca) – R. Adolfo Caminha/Moura Brasil (Capital)

2 (22/01) – Adriano de Sousa Araújo, 32 (bala) – Distrito de Penedo (Maranguape)

3 (22/03) – Marcelo do Monte Silva, 24 (bala) – R. São Francisco/B. Itambé 2 (Caucaia)

4 (24/03) – José Marcelo da Silva, 31 (bala) – Rua dos Profissionais/B. Araturi (Caucaia)

5 (21/03) – Joaquim Lopes de Paula Júnior, 31 (bala) – Rua Maria Tomásia/Aldeota (Capital)

6 (26/03) – Antônio César dos Santos Félix, 37 (bala) – Avenida F/B B. José Walter (Capital)

7 (03/04) – Antônio Márcio Teixeira Sousa Filho, 21 (bala) – BR-222/B. Tabapuá (Caucaia)

8 (23/04) – William Lima de Sousa, 24 (bala) – Rua Abel Rocinha/B. Serrinha (Capital)

9 (24/04) – Francisco Renan Oliveira Aguiar, 26 (bala) – Rua Paulo Lopes/B. Dom Lustosa  (Capital)

10 (02/05) – Marcelo dos Santos Brito, 38 (bala) – Av. Jóquei Clube/B. Henrique Jorge  (Capital)

11 (11/05) – Francisco Alves do Carmo, 38 (bala) – R. Profa. Heloísa Ferreira Lima/B. Serrinha (Capital)

12 (18/05) – José César de Vasconcelos Pompílio, 46  (bala/pauladas)  – Sede (Sobral)

13 (12/08) – Alexandre Hadlic Fernandes, 32 (bala) – BR-116/Barrocão (Itaitinga)

14 (22/09) – Ozimar Almeida de Araújo (bala) – Avenida Central/Conjunto Ceará (CAPITAL)

Com Informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários