JPMotos
PM da Bahia morre após ser baleado com 10 tiros durante “surto psicótico”
29 de março de 2021 às 10:35
10
Visualizações

Horas após ter um surto psicótico, disparar tiros de fuzil e bloquear o Farol da Barra, em Salvador, um policial militar teve a morte confirmada às 22h41 desse domingo (28) pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

Wesley Soares foi internado no Hospital Geral do Estado (HGE) após ser baleado por uma composição do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) durante tentativas de negociação.

De acordo com a Pasta, a ocorrência teve início às 14h, quando o PM chegou armado com fuzil e pistola ao ponto turístico baiano. O soldado pintou o rosto de verde e entoou palavras de ordem.

Em seguida, o agente teria “imediatamente” iniciado os disparos de fuzil para o alto. O local foi cercado e isolado pelo Comando de Policiamento Regional (CPR) Atlântico.

No início das negociações, às 15h, Wesley “alternava momentos de lucidez com acessos de raiva, acompanhados de disparos”, conforme a secretaria. Além disso, o PM chegou a arremessar grades, isopores e bicicletas no mar.

Tiros letais

Às 18h35, a SSP-BA afirma que o soldado verbalizou que havia chegado o momento, fez uma contagem regressiva e iniciou os disparos contra as equipes do Bope.

Os militares revidaram e Wesley foi “neutralizado” com “pelo menos” 10 tiros, que atingiram tórax e abdômen, entre outras regiões do corpo.

No momento que caiu ao chão ele iniciou uma série de disparos contra os policiais, que novamente tiveram a necessidade de realizar disparos, e, quando ele cessou a agressão, os policiais chegaram perto para o resgate, declarou o capitão Luiz Henrique.

Segundo o comandante do Bope, major Clédson Conceição, os policiais utilizaram “técnicas internacionais de negociação” para impedir um confronto, mas o soldado atacou a equipe. “Os nossos objetivos primordiais são preservar vidas e aplicar a lei”, frisou.

Manifestação

A Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra-BA), divulgou uma nota de pesar e convocou uma manifestação pacífica e ordeira para a manhã desta segunda-feira (29), no Farol da Barra, “pela morte do soldado Wesley”.

Fonte: G1

ComentáriosComentários