JPMotos
Polícia tenta desvendar mistério no assassinato de publicitária e do tio, em Paracuru (veja fotos exclusivas)
16 de dezembro de 2019 às 09:00
114
Visualizações

Paracuru 1

Thaís Lopes, 24, formada em Publicidade na Faculdade Nassau, morava com os pais na Capital…

Paracuru 5

… na noite de sábado, ela o tio, Jorge Luiz Farias Lopes, participaram de uma formatura…

Paracuru 2

… e no domingo, os corpos carbonizados foram encontrados dentro deste carro, em Paracuru…

Paracuru 7

… na Estrada de São Pedro, local ermo. A Polícia tenta descobrir o mistério que envolve o caso…

Paracuru 8

… e identificar formalmente as vítimas, com exames de DNA nos restos mortais (em destaque)

Paracuru 9

Um caseiro encontrou o carro com os restos mortais  das vítimas, na manhã do domingo

A Polícia Civil e a Perícia Forense do Ceará (Pefoce) retomam nesta segunda-feira (16) as investigações sobre o misterioso assassinato de uma publicitária e seu tio, cujos corpos foram encontrados carbonizados dentro de um veículo incendiado. O caso entre a noite de sábado (14) e a madrugada do domingo (15), mas os restos mortais somente foram localizados ontem, numa estrada de terra na localidade de São Pedro, no Município de Paracuru, na Região Metropolitana de Fortaleza (a 100Km da Capital).

Os mortos são a publicitária Thaís Amaral de Oliveira Lopes, 24 anos; e Jorge Luiz Farias Lopes. Ela morava em Fortaleza na casa dos pais, na Rua Vicente Sabóia, no bairro Carlito Pamplona, na zona Oeste da Capital. O tio morava em Paracuru.

Era por volta de 8h20 do domingo quando a Polícia Militar foi acionada com a informação de um achado de dois cadáveres na Estrada de São Pedro, nas proximidades das torres de energia eólica, conhecidas na região como os “cataventos”.

A localização foi feita pelo caseiro de um sítio existente nas proximidades. Na estrada, em local ermo, estava o carro modelo Cross Fox, prata, 2009, de placas NQl-8902 (CE). O carro estava destruído por um incêndio e dentro dele havia dois crânios humanos. O caseiro, identificado como Marcione Rodrigues Dias, que encontrou o automóvel, foi conduzido ao Plantão da Delegacia Metropolitana de Paraipaba, onde prestou depoimento à delegada plantonista, Samella Saraiva.

Formatura

Um dos familiares das vítimas, que se identificou como Gilberto Alves Lopes, forneceu à Polícia no local do crime os nomes dos mortos. Porém, somente com a realização de exames periciais e de DNA será possível a comprovação oficial das identidades. Mesmo assim, os familiares acreditam que sejam eles os mortos.

Conforme o relato de familiares, a publicitária participou, ainda no sábado, de um evento de formatura junto com o tio, em Fortaleza. Os dois chegaram a tirar fotos no local. Depois disso, iriam retornar para Paracuru. No trajeto, acabaram desaparecendo e na manhã do domingo os corpos destruídos pelo fogo foram encontrados.

Com Informações Fernando Ribeiro

ComentáriosComentários