JPMotos
Preso em Barbalha juazeirense tido no Cariri como de alta periculosidade
6 de maio de 2020 às 16:23
69
Visualizações

O ex-presidiário José Ronaldo dos Santos, de 26 anos, o Nego Ronaldo que mora na Rua Antonio Cândido de Araújo (Bairro Vila Três Marias) em Juazeiro do Norte, foi preso na manhã desta quarta-feira por uma equipe do RAIO em Barbalha. Segundo a polícia, trata-se de um homem de alta periculosidade com ações várias nos municípios de Juazeiro, Crato e Barbalha. Ele estava com um revólver calibre 38 municiado e uma moto Honda Fan de cor vermelha e placa OST-2167, inscrição de Juazeiro

O mesmo responde por crimes de tráfico de drogas, assaltos a mão armada, furtos, receptação e porte de arma. Uma de suas primeiras prisões foi no dia 3 de fevereiro de 2014 na Avenida do Agricultor em Juazeiro para responder por crime de violência doméstica. Ele efetuou disparos contra sua própria tia Damiana Maria dos Santos, de 28 anos, ali residente, que não foi atingida. Em um terreno perto da residência do acusado, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 e mais 13 cartuchos intactos.

Já no dia 27 de janeiro de 2015 praticou assaltos nas Lojas Americanas da Praça Padre Cícero e passou a ser suspeito de outro assalto ali perto na Loja Macavi. No dia 11 de fevereiro de 2015 Nego Ronaldo foi preso após assalto num correspondente bancário anexo à Drogaria Avenida no cruzamento das ruas São Pedro e Pio X (Salesianos) em Juazeiro. Ele chegou armado anunciando o assalto quando roubou do estabelecimento algo em torno de R$ 1,4 mil.

Por azar do mesmo, uma mulher que se dirigia ao Chegue e Pague notou a ação do rapaz o que coincidiu com a parada de uma patrulha no semáforo e o comunicado desta para os policiais. Coincidentemente, a viatura parou exatamente em frente à moto do Nego Ronaldo que não teve como fugir. Um policial já desceu apontando a pistola .40 na direção do acusado e mandando-o soltar a arma no que foi atendido. Ele tinha em mãos a sacola com o dinheiro e um revólver calibre 38 com cinco cartuchos intactos.

Além disso, a moto Honda Fan CG 150 de cor preta tinha sido roubada no dia anterior da frente de um estabelecimento comercial no bairro Novo Juazeiro e já estava com a placa de outra moto. Enquanto isso, no dia 23 de agosto de 2017 uma equipe da Força Tática esteve no cruzamento das ruas da Glória e Santa Luzia (Centro), onde voltou a prendê-lo com outra moto roubada uma Honda NXR160 Bros de cor vermelha. Ele ainda tentou fugir com um revólver calibre 32 tendo três cartuchos intactos.

Outra prisão do Nego Ronaldo foi na tarde do dia 7 de novembro de 2017 no cruzamento das ruas São Pedro e São Francisco por uma equipe do moto patrulhamento. O mesmo pilotava uma moto Honda CG 150 Fan ESI de cor vermelha e placa OCR-7267 com queixa de roubo e ainda portava um revólver calibre 38 tendo cinco cartuchos intactos. Segundo a polícia, em outubro daquele ano, ele teria tentado roubar uma moto chegando a atirar na vítima no bairro Pio XII.

Recentemente, no dia 17 de abril, foi alvo de disparos efetuados por um policial perto da agência da Caixa Econômica Federal de Barbalha. Todavia não foi atingido e os tiros causaram correria. Ele tinha tentado praticar assalto perto do Mercado de Barbalha e um policial que estava próximo notou a ação do acusado. Na fuga, Nego Ronaldo abandonou uma moto roubada e roubou outra perto da Caixa Econômica.

Por Demontier Tenório
Com Parceria Site Miséria.com.br

ComentáriosComentários